paula rego

Paula Rego, “Mãe”, 1997. Pastel e papel s/ alumínio, 180×130 cm. Coleção Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão. Fotografia de José Manuel Costa Alves. Arquivo Fotográfico do CAM-JAP

Paula Rego, “Mãe”, 1997. Pastel e papel s/ alumínio, 180×130 cm. Coleção Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão. Fotografia de José Manuel Costa Alves. Arquivo Fotográfico do CAM-JAP